sexta-feira, 6 de março de 2009

Aborto de menina em Pernambuco é destaque internacional

Depois que médicos decidiram interromper a gravidez da menina de 10 anos vitima de abuso sexual por parte do padrasto, o fato ganhou projeção nas mídias internacionais.

Jornais, revistas e sites destacaram a posição do arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho, que excomungou a mãe da menina e os médicos, após o aborto. Mas para aqueles que não são muito curiosos, segue a baixo alguns sinônimos para a palavra excomungar.

A palavra vem do Latim – excommunicare. Ela quer dizer:

Separar, expulsar da comunhão da Igreja; amaldiçoar; anatematizar; esconjurar.

Se as definições acima levantaram curiosidade, experimente procurar os sinônimos de esconjurar.

Termos fortes para definir uma atitude sensata não? Pois bem, a imprensa de fora também achou. E breve ainda teremos um belo de um sermão da maior figura religiosa, que despensa nomes.

Seria muita ignorância acreditar que se a criança de 9 anos tivesse dado a luz aos gêmeos sua vida seria um mar de rosas. Será que o tal arcebispo pensou nas conseqüências no cotidiano deste ser? Ou será que os senhores do poder divino não se importam com o desenrolar dos fatos?

A famosa rede de noticiais inglesa BBC informou em sua programação que o aborto no Brasil é permitido em casos de violência sexual e quando a vida da genitora corre risco. Duas situações vividas por essa menina. Nestas circunstâncias, a lei da igreja é clara. Podemos perceber tal clareza nas declarações do advogado da arquidiocese pernambucana, Márcio Miranda, que afirmou: “não matar é uma lei de Deus”.

Com a polêmica lançada, em entrevista ao site espanhol "Elpais.com", o arcebispo disse que tem o dever de "alertar o público, para que tenham temor às leis de Deus". Mesmo diante de todo o reboliço que envolve o caso, dom José Cardoso Sobrinho respondeu as críticas dos brasileiros. Ele acrescentou que não se arrepende. “Eu me arrependeria se não tivesse feito isso. Seria um pecado de omissão”, finalizou.

7 comentários:

Rodrigo disse...

Pecado é um cidadão engravidar uma menina de 10 anos.Qual a providencia da igreja para com esse cidadão?? fala que ele vai pro inferno ?!?!?! Isso não satisfaz a realidade, se a menina tivesse que criar esse filho desde nova ???? a igreja ia ajudar???
Uma igreja em que se quemou pessoas na fogueira tem pouco senso para julgar uma vida no colo de uma menina de 10 anos.

Scheilla disse...

Nossa,que matéria legal,mt bom esse jornalista.Parabéns!!!

Angelo Marcio disse...

Com certeza uma vida dessas não é bem vinda em reino nenhum se gerada por uma criança, quem dirá duas, acho que as igrejas devem dar um "F5" nas suas leis ou continuarão perdendo "fiéis", pois qualquer ser que saiba pra qual lado esse mundo roda, vai ver que matar dois embriões é melhor do que condenar tres crianças, uma com a maternidade e as outras duas com o martírio de serem proveniente de uma covardia, imagina como seriam essas vidas, ainda mais com repercussão até internacionalmente, pensa direitinho cardeal...

Angelo Marcio disse...

Por aí podemos ver que essas igrejas estão mais preocupadas com as ordens religiosas do que com o progresso do povo...pegou mal aí, o religioso...queria ver se ele fosse fruto de uma situação dessas ia querer saber de (Deus) religião...

Angelo Marcio disse...

Quanto será que custaria para uma mãe que ainda estuda o primário, se é que estuda, pelo menos ta na idade, sustentar filhos gemeos...quanto custa financeiramente, socialmente? será que a igreja bancaria pelo menos a boa educação das tres crianças...? "falapramim?"

Carla Caliman disse...

O arcebispo explica tudo dizendo que a lei de Deus está acima das leis do homem... Mas quem fez as leis de Deus senão o próprio homem?

Anônimo disse...

"pecado quer dizer: Proibido, vamos condenar o estrupador. Sempre que acontece uma coisa dessa ninguém condena o maníaco. Pensa nas consequéncias do aborto e a inteferência da Igreja. A menina do Pernanbuco é uma entre milhões que acontece na cara de todos. Por que ninguém condena o estrupador, em noticiário algum vejo alguém querer matar o estrupador, aliás nem lembra que foi o Maníaco que sendo forte teve toda a culpa. Condene o estrupador também nos comentários.